Press "Enter" to skip to content

Hapvida capta R$ 2 bi para mais aquisições

A operadora de saúde Hapvida definiu ontem o preço de R$ 42,50 por ação em sua oferta subsequente (follow-on), apurou o Valor Econômico. O desconto foi de 2% sobre a cotação de fechamento de ontem — dia em que o papel teve valorização de 3,04%, a R$ 43,36.

A oferta base é de 46,44 milhões de ações, levantando R$ 1,97 bilhão. Conforme uma fonte, a companhia teve demanda também para alocar o lote adicional, de 9,29 milhões de ações, equivalente a R$ 394,7 milhões — totalizando R$ 2,37 bilhões. A operação é primária, portanto todos os recursos irão para o caixa da empresa. A oferta ainda pode ser aumentada em R$ 296 milhões, caso seja exercido o lote suplementar de 6,966 milhões de ações. Isso elevaria a captação total para R$ 2,66 bilhões.

A Hapvida usará os recursos para fortalecer a estrutura de companhias que comprou recentemente e também para financiar potenciais aquisições futuras, conforme informou ao anunciar a oferta. A operadora, que concentrava suas aquisições em companhias verticalizadas, passou a olhar também para ativos independentes — como hospitais e clínicas, carteiras de clientes e planos de saúde.

Em fevereiro do ano passado, quando fez sua oferta inicial (IPO), a Hapvida vendeu ações a R$ 23,50. A nova operação representa, portanto, um preço 81% superior por ação. Os bancos coordenadores do follow-on foram Bank of America, BTG, Goldman Sachs e Santander.

Nesta quinta-feira haverá a precificação do follow-on da locadora de veículos Movida. Ontem à noite, os coordenadores consideravam haver demanda suficiente para emplacar a operação a R$ 16 por ação, apurou o Valor. Um grande investidor acredita que pode ter ajuste hoje, já que o papel caiu 2,01% ontem e fechou a R$ 16,07 — o que pode provocar uma pressão por desconto no follow-on.

A oferta é primária e secundária, somando 48,5 milhões de ações. Nesse preço, levantaria R$ 776 milhões. Há possibilidade de lote adicional de 16,98 milhões de ações. Os coordenadores são BTG, Itaú BBA, J.P. Morgan, XP Investimentos, BB Investimentos e Bradesco BBI.

Please follow and like us:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial