Press "Enter" to skip to content

Hapvida tem R$ 1,6 bi para mais aquisições

Em dois meses, a operadora de planos de saúde Hapvida levantou R$ 4,6 bilhões no mercado, tornou-se a maior empresa do setor com cerca de 6 milhões de usuários e, segundo o Valor Econômico apurou, vai destinar R$ 1,6 bilhão para novas aquisições. As praças que estão no radar da companhia são o interior de São Paulo, Sul, Centro-Oeste e o Nordeste.

A operadora levantou, na última quarta-feira, R$ 2,6 bilhões numa oferta subsequente de ações (follow-on). Deste total, R$ 550 milhões serão utilizados para a expansão orgânica das operadoras São Francisco e América, recém adquiridas, R$ 450 milhões vão reforçar o caixa da operadora e o restante será usado nas aquisições.

A oferta subsequente de ações foi realizada num intervalo de apenas 37 dias da emissão de debêntures que levantou R$ 2 bilhões. Esses recursos serão destinados para quitar parte da compra da São Francisco Saúde, que foi fechada por R$ 5 bilhões. Apesar de as duas transações terem sido concluídas num período tão curto, o follow on teve uma demanda nove vezes superior à oferta, sendo que a maior procura veio de investidores estrangeiros. Com a conclusão da operação, a família Pinheiro, fundadora da Hapvida, ficou com uma participação de 72% e o mercado aumentou sua fatia de 22% para 28%.

Na oferta subsequente, os papéis da Hapvida foram precificados a R$ 42,50, o que representa uma valorização de 80,8% em relação à oferta inicial de ações (IPO), realizada em abril de 2018, quando a companhia captou R$ 3,4 bilhões que foram usados na aquisição da São Francisco.

Please follow and like us:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial