Press "Enter" to skip to content

Disputado, Clinipam leva Intermédica a Curitiba e Joinville

Valor Econômico relata que, num disputado processo competitivo, a NotreDame Intermédica adquiriu o Grupo Clinipam, operadora verticalizada de plano de saúde do Paraná, por R$ 2,6 bilhões. Segundo o Valor apurou, a Hapvida e Axa Seguros ofereceram quantias semelhantes para o ativo que, em agosto, era negociado por cerca de R$ 1,5 bilhão.

Com a aquisição, a Intermédica entra em duas novas praças: Paraná e Santa Catarina. Em Joinville, no norte catarinense, a companhia vai disputar espaço diretamente com a Hapvida, que neste ano inaugurou um complexo hospitalar e tem projetos ambiciosos de expansão. Joinville é a primeira cidade do país em que as duas operadoras vão travar uma concorrência numa mesma região.

A compra do Clinipam foi a transação com o maior múltiplo do setor de saúde nos últimos anos. O valor de R$ 2,6 bilhões representa 26 vezes o lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda) da operadora do Paraná, estimado em R$ 98,6 milhões neste ano. A margem Ebtida prevista é de 13,7%. A receita líquida esperada é de R$ 720 milhões, com uma taxa de sinistralidade de 70,5%. Na Intermédica, esse percentual é de 71,9%.

Do valor total da transação, R$ 200 milhões serão pagos em ações da NotreDame Intermédica (com papel cotado em R$ 59,42), R$ 150 milhões serão retidos para contingências futuras e a diferença, de R$ 2,2 bilhões, será paga à vista na conclusão do negócio, que ainda depende de aval do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) e da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS).

Para quitar a transação, a companhia contratou um financiamento de R$ 2,5 bilhões, com amortização de cinco anos, por meio de um sindicato de bancos formado por Itaú BBA, Bradesco BBI, Citi e J.P. Morgan.

Com a compra da operadora do Paraná, a Intermédica já enxerga oportunidade para outras aquisições e sinergias para expandir o negócio de plano odontológico, uma vez que o Clinipan só possui 10 mil usuários nessa modalidade. A Intermédica, por sua vez, conta com uma carteira com 2 milhões de usuários de plano dental.

“Com a transação, a companhia consolida sua já robusta plataforma verticalizada, com a entrada em uma nova região de atuação, por meio de um grupo que possui um compromisso com a qualidade de seus serviços, trazendo relevante potencial de expansão regional orgânico e inorgânico, bem como oportunidades de sinergias operacionais e administrativas”, informou, em comunicado, a NotreDame Intermédica.

Os fundadores do Clinipam, os médicos Cadri Mausda e Gilton Guilgen, vão continuar no negócio durante três anos.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial