Press "Enter" to skip to content

Executivos bem-sucedidos saíram da zona de conforto para consolidar a 1ª rede nacional de franquias de clínicas odontológicas

Sócios da Odontoclinic carregam vasta experiência no mercado e o desejo nato de empreender

Há dez anos, três ex-colegas de administração de empresas na FGV viviam um momento parecido de vida e buscavam novos rumos para suas carreiras. Desde a época de faculdade, tinham vontade de empreender, mas ainda não sabiam em que área especificamente investir. Após atingirem o auge em suas respectivas áreas, decidiram sair da zona de conforto e escolheram se dedicar exclusivamente a estudar o mercado para poderem tomar a melhor decisão.

Carlos Leão e Roberto Junqueira se conheciam desde a faculdade de Administração de Empresas da Fundação Getúlio Vargas (FGV-SP), mas os rumos que cada um havia tomado fez com que eles se afastassem. Foi em 2009, quando pensavam em montar um negócio próprio, que Carlos Leão e Roberto Junqueira se reencontraram e, junto com outro amigo, o Álvaro, decidiram comprar a Odontoclinic – a primeira rede nacional de franquias de clínicas odontológicas, que hoje tem mais de 200 unidades espalhadas por 16 estados brasileiros.

Mas, o caminho até a aquisição e consolidação da empresa começou em uma pequena sala em São Paulo, com dois computadores e a assinatura de alguns jornais. “A vontade de empreender estava comigo desde a faculdade. Em maio de 2009, eu aluguei uma salinha, coloquei meu computador e comecei a me conectar com pessoas que eu conhecia. Nessa época, o Carlos estava saindo da empresa em que ele trabalhava com a intenção de empreender. Então, o chamei para a gente pensar junto nas alternativas de mercado”, conta Roberto Junqueira, sócio da Odontoclinic.

Juntos, os dois executivos deram início à pesquisa e à visitação de empreendimentos. “Nesse processo de procurar meu próprio negócio, cruzei novamente com o Roberto e com o Álvaro que estavam passando pelo mesmo momento que eu. Então nós nos juntamos, dividimos espaço, ideias e sinergias do trabalho em conjunto. Foi nesse momento que conhecemos um franqueado da Odontoclinic, que nos apresentou a empresa”, recorda Carlos Leão, CEO da Odontoclinic.

Leão conta que ele e Roberto já haviam pesquisado bastante sobre a área de saúde e estética. “Nós queríamos um negócio que impactasse positivamente a vida das pessoas e deixasse um legado. Quando a gente viu a Odontoclinic, nossos olhos brilharam, porque ela já ocupava uma função importante de democratizar o acesso à odontologia num país que tem o maior número de dentistas do mundo, mas ao mesmo tempo uma população muito carente de saúde bucal”, diz Carlos Leão. “A gente enxergou na mpresa um diamante a ser lapidado”, completa.

A chegada dos outros dois atuais sócios da rede, Hilton Almeida e Lucas Romi, aconteceu logo após Carlos e Roberto entrarem na Odontoclinic. Hilton também era velho conhecido da FGV e passava por uma transição de carreira muito parecida e entrou em contato com os dois conhecidos.

“No momento em que procurava uma nova empreitada, fui almoçar com um amigo, o Álvaro, e foi ele quem me contou que estava entrando na Odontoclinic junto com o Carlos e com o Roberto. Eu tinha dinheiro para investir e nunca tinha considerado o setor odontológico, mas na hora que me apresentaram o projeto eu logo entendi que se tratava de um grande negócio com um potencial imenso. O modelo de negócios me impressionou muito”, conta o sócio Hilton Almeida.

Logo nos primeiros dias que os novos sócios assumiram a Odontoclinic, três estagiários foram contratados. Um deles, Lucas Romi, então estudante de Administração de Empresas da FGV, também se tornou sócio da rede. Durante os três primeiros anos, Romi tocou grandes projetos da empresa, como a transição administrativa, reestruturação do modelo operacional e projeto de T.I. Em 2013, Lucas deu um grande passo na carreira ao se tornar diretor de operações. No mesmo ano, ele recebeu a proposta de comprar uma participação da Odontoclinic. E, claro, aceitou a empreitada.

“Eu não tinha dinheiro para isso, mas peguei um empréstimo alto, porque não queria perder essa oportunidade, e com esse dinheiro eu comprei uma parte da empresa. Não me arrependo nem por um segundo. Eu estava com 23 anos quando me tornei sócio”, diz Lucas Romi. “A minha família sempre teve uma veia empreendedora e eles sempre serviram de inspiração para mim. Sempre fui muito consciente de que preciso estar muito bem preparado antes de dar passos maiores. Trago isso comigo desde sempre e a formação que eu tive na Odontoclinic me deram a base para eu me tornar o gestor e o empreendedor que sou hoje”, completa.

Atualmente, dez anos após assumirem a rede, Carlos Leão atua como CEO da Odontoclinic, à frente da operação, Roberto Junqueira é responsável pelas questões institucionais, Hilton Almeida responde pela área de Tecnologia e Inovação e Lucas Romi cuida da Expansão de novas clínicas.

A odontologia para não-dentistas

Os quatro sócios da Odontoclinic são a prova de que empreendedores de qualquer área podem alcançar o sucesso na rede sem ter formação de dentista. O modelo de negócios da rede, aliás, é indicado para não-dentistas e ideal para empresários vindos de todos os setores.

Carlos Leão começou sua carreira atuando em um banco de investimentos e passou por algumas instituições do segmento. Atuou, também, em private equity e venture capital, realizando start ups nos setores de tecnologia, infraestrutura e biocombustível. Roberto Junqueira começou sua carreira trabalhando com fundo de venture capital e, posteriormente, private equity, além de ter atuado como executivo no setor de construção civil. Em paralelo a Odontoclinic, concluiu o Owner/President Management Program na Harvard Business School.

Assim como seus sócios, Hilton Almeida também deu os primeiros passos profissionais no mercado financeiro, mas em seguida mudou para a área de planejamento estratégico de grandes empresas, incluindo a indústria química e fitness. Já Lucas Romi teve o primeiro contato com o mercado de trabalho na Odontoclinic, onde desenvolveu as mais diversas competências. No final de 2016, Lucas foi estudar Marketing e Gestão de Projetos na Universidade da Califórnia em Berkeley.

Please follow and like us:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial