Press "Enter" to skip to content

Alliar pretende voltar às compras

Valor Econômico informa que, após uma reestruturação para arrumar a casa, a companhia de medicina diagnóstica Alliar pretende voltar a fazer fusões e aquisições com recursos próprios. “Hoje, temos condições suficientes para financiar 100% das aquisições com a própria geração de caixa”, disse Frederico Oldani, diretor financeiro e de relações com investidores da Alliar.

No terceiro trimestre, a companhia detinha um fluxo de caixa livre de R$ 105 milhões. O foco da expansão será a região Sudeste, em especial, São Paulo e interior. A companhia também pretende investir entre R$ 15 milhões e R$ 25 milhões em crescimento orgânico, com a construção de megaunidades de laboratórios de medicina diagnóstica. Duas dessas unidades serão abertas entre o segundo semestre do próximo ano e primeiro trimestre de 2021. Há previsão ainda de ampliação significativas de até quatro unidades já em operação.

Ainda segundo Oldani, o próximo ciclo de expansão não afetará a margem da companhia como ocorreu nos anos anteriores. “Para 1% de crescimento da receita acima da inflação, estimamos um aumento de margem de 35 a 40 ‘basis point’”, disse. O diretor de relações com investidores garantiu ainda que a previsão de alavancagem para o fim de 2020 está mantida, ou seja, permanecerá entre 1,5 e 2 vezes o Ebitda (lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização).

Please follow and like us:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial