Press "Enter" to skip to content

Amparo Saúde cria rede de atendimento

Valor Econômico relata que gerenciar a saúde dos usuários antes de ficarem doentes tem sido um dos caminhos encontrados para controlar o custo dos planos de saúde, cujos reajustes chegam a ser quatro vezes superiores à inflação geral.

Diante dessa tendência, a Amparo Saúde, até agora direcionada para atenção primária, estendeu sua atuação para atender os usuários da Assefaz, operadora de plano de saúde dos servidores do Ministério da Fazenda.

Para atender essa carteira, que conta com cerca de 12 mil pessoas, a Amparo fechou parceria com o Hospital Alemão Oswaldo Cruz; com a rede de clínicas de médicos especialistas DaVita; a Humana Magna, hospital de baixa complexidade; e com a plataforma de academias Gympass.

O objetivo dos acordos é permitir que o usuário do plano de saúde da Assefaz seja atendido por esses prestadores de serviço que, por sua vez, se comprometeram a compartilhar os dados médicos dos pacientes com a Amparo. “Aqueles usuários que aceitarem ser acompanhados por nós terão isenção de coparticipação. O nosso serviço de gestão não substitui a rede credenciada da operadora, que permanece a mesma”, disse o médico Gentil Jorge Alves, novo diretor de relações com o mercado da Amparo.

Para atender os usuários da Assefaz, a Amparo está abrindo clínicas de atenção primária em São Paulo, Rio e Brasília. É nessas unidades que ficam os médicos de família e equipes de enfermagem que fazem o acompanhamento.

A Amparo já atende cerca de 60 mil usuários da Amil, SulAmérica, Seguros Unimed, FESP e Omint. A rede tem seis clínicas em São Paulo e Distrito Federal e até o fim do ano vai dobrar esse número.

A Amparo é remunerada com um valor fixo por paciente e com um montante variável que é pago conforme metas estabelecidas, como queda de sinistralidade do plano de saúde. “Nos contratos de mais de um ano, batemos as nossas metas”, disse.

Uma das estratégias de expansão da Amparo é gerenciar os planos de saúde das empresas. O primeiro cliente é o Laboratório Sabin, que também é acionista da Amparo, com 30% do capital. Os demais sócios são Emilio Puschmann, fundador e controlador do negócio, o médico José Luiz Setúbal, da família fundadora do Itaú e do Hospital Infantil Sabará, e investidores-anjo.

Please follow and like us:

Be First to Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial