Press "Enter" to skip to content

Conselho Federal de Medicina libera a telemedicina durante epidemia

CFM emitiu nota dizendo que a decisão é em caráter de excepcionalidade e enquanto durar a batalha de combate ao contágio.

O Conselho Federal de Medicina – CFM, divulgou nota em que libera o uso da telemedicina no Brasil durante a epidemia do Covid-19. O atendimento à distância foi discutido ano passado, mas devido algumas divergências dos médicos associados, o Conselho congelou o debate.

Em nota, o CFM diz que “EM CARÁTER DE EXCEPCIONALIDADE E ENQUANTO DURAR A BATALHA DE COMBATE AO CONTÁGIO DA COVID-19, reconhece a possibilidade e a eticidade da utilização da telemedicina, além do disposto na Resolução CFM n° 1.643, de 26 de agosto de 2002”. A orientação é para proteger médicos e pacientes do contagio do vírus, conforme recomendações do Ministério da Saúde.

Termos

Entre os termos propostos pelo CFM, está a Teleorientação, que é o atendimento e orientação para isolamento dos pacientes com sintomas ou que já foram confirmados. Telemonitoramento de pacientes já confirmados, para acompanhar a evolução. E a Teleinterconsulta, que é a troca de informações e opiniões entre os médicos, para auxílio diagnóstico e terapêutico.

Palavra do Presidente

“Toda essa normatização caminha no mesmo sentido do trabalho conjunto realizado por todas as autoridades públicas competentes para se manifestar sobre o tema e ressalta, novamente, o papel do CFM como Autarquia Federal apoiadora das políticas públicas de saúde estabelecidas em prol da população brasileira”, diz no final do comunicado o Presidente do Conselho, Mauro Luiz de Brito Ribeiro.

Leia a íntegra do documento

Be First to Comment

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial