Press "Enter" to skip to content

Dona da Amil cede três hospitais a pacientes da rede pública com covid-19

Programa de ajuda contempla ainda uma doação de R$ 5 milhões para a reabertura de 110 leitos

A UnitedHealth Group, dona da Amil, cedeu até o mês de dezembro três de seus hospitais, num total de 340 leitos, à rede pública de saúde para ajuda ao combate da pandemia da covid-19. Essa é uma das ações da companhia que doou um total de R$ 38 milhões em 11 projetos.

Em São Paulo, os hospitais cedidos são o Vitória, em Santos, com 130 leitos, e o Sain Vivant, situado na cidade de Sumaré, que possui 70 unidades de internação, mas que numa primeira etapa terá 20 leitos utilizados. Em Curitiba, a UnitedHealth cedeu o Hospital Vitória, que conta com 140 leitos. Os contratos foram firmados com as prefeituras das respectivas cidades.

O programa de ajuda contempla ainda uma doação de R$ 5 milhões para a reabertura de 110 leitos do hospital público São Francisco na Providência de Deus, no Rio de Janeiro. Essas unidades de internação estavam fechadas.

A companhia também doou R$ 11 milhões em equipamentos de proteção individual (máscaras, luvas) para o governo do Estado do Rio. Um lote com 2,7 milhões de máscaras já foram entregues e outros 2,3 milhões chegarão aos seus destinos nas próximas semanas.

Há ainda destinação de recursos para exames de diagnóstico do novo coronavírus: R$ 5 milhões vão para o Instituto Butantã e R$ 7,5 milhões à Fiocruz que trabalham em ações para a rede pública de saúde.

Outra frente coordenada pela UnitedHealth é na área social com distribuição de cestas básicas, parcerias com 135 costureiras para produção de máscaras caseiras. A ONG Gerando Falcões, que dá cartão de alimentação a 200 famílias de favelas em 11 Estados do país, também está recebendo ajuda da dona da Amil. São cartões com recarga de R$ 100 por três meses para compra de cesta básica e itens de higiene.

“A emergência de saúde pública da covid-19 compõem os muitos desafios enfrentados por grupos mais vulneráveis como os profissionais de saúde que estão mais expostos ao vírus, e populações que sofrem com a perda de renda”, disse José Carlos Magalhães, presidente da UnitedHealth Group Brasil.

Fonte: Valor PRO

Be First to Comment

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial