Press "Enter" to skip to content

Crescimento da telemedicina no cenário da Covid-19 não é para amadores

95,5% das 24.000 teleconsultas feitas em fevereiro e abril por meio do Dr. Alper, solução de telemedicina criada em parceria com a Conexa Saúde, foram solucionadas no atendimento. Apenas, 4,48% tiveram como desfecho o pronto-socorro. Bom para a saúde dos pacientes e para a sustentabilidade dos negócios

Empresas que já acreditavam na telemedicina antes do advento da Covid-19 têm mais condições de absorver o crescimento sem precedentes da demanda, com serviços eficientes e seguros para seus clientes. A Afirmação é do CEO da Conexa Saúde, Guilherme Weigert, empresa que desde 2017 atua em telemedicina e hoje tem mais de 3 milhões de vidas e de 11 mil médicos cadastrados em sua plataforma. O crescimento da empresa acontece em parceria com clientes como a Alper Consultoria de Seguros, 1,3 milhão de vidas seguradas no país, das quais 66% na carteira de saúde. A solução de telemedicina – o Dr. Alper – desenhada em parceria com a Conexa Saúde permitiu que 95,5% das 24.000 teleconsultas realizadas de 13 de fevereiro a 26 de abril fossem solucionadas no atendimento e apenas 4,48% tivessem como desfecho o pronto-socorro. Do total de teleconsultas, 21% eram relacionados à suspeita de Covid-19. “Essa triagem realizada com segurança via telemedicina é importante em cenário de pandemia e a qualquer tempo para o setor da saúde”, ressalta o VP de Benefícios da Alper, André Martins.

Executivo da área de seguros há 30 anos, dos quais 20 no setor da saúde, Martins enxerga a telemedicina muito além da pandemia. “A saúde suplementar no Brasil sofre com o alto custo, que penaliza empresas e usuários. No entanto, cerca de 40% do valor das mensalidades pagas pelos usuários de planos de saúde corresponde ao que chamamos de pequeno risco – consultas, pronto- socorro e exames’, diz. E explica: “se conseguirmos utilizar de modo racional esses recursos por meio da teleconsulta, fazendo com qualidade a triagem dos casos que realmente precisam ir ao pronto-socorro e fazer exames, reduzimos muito o custo e proporcionamos mais qualidade para o usuário. Afinal, ir ao pronto-socorro desnecessariamente coloca em risco a saúde não só em tempos de pandemia”.

“A telemedicina cresce na onda da pandemia, mas seu papel é ainda maior. A tecnologia é uma grande aliada da atenção primária, pode levar a saúde para mais pessoas, transformando para melhor o sistema de saúde do país”, afirma Weigert. Para isso, é preciso ter uma tecnologia robusta e também profissionais de saúde muito preparados. Esses dois aspectos foram importantes para a Alper quando em dezembro de 2019, depois de cerca de um ano estudando o segmento de telemedicina em busca de um parceiro, escolheu a Conexa Saúde. “A parceria deu muito certo. Utilizamos a plataforma e a rede de médicos da Conexa Saúde. Começamos com a telemedicina e agora ampliamos para telepsicologia. A plataforma suportou sem qualquer problema o boom da pandemia”, informa Martins.

Be First to Comment

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial