Press "Enter" to skip to content

A pandemia de Covid-19 fez com que muitos processos na área médica fossem acelerados

Dra. Ivone da Silva Duarte destaca o avanço da Telemedicina Digital, que já será incorporada ao currículo da graduação

A Faculdade São Leopoldo Mandic promoveu na última quarta-feira o webinar “Tudo que você precisa saber para ser médico”. O evento online teve a mediação do Dr. Guilherme Succi e contou com a participação dos professores da instituição: Dr. Breno Belazi Souza Campos, Doutor em Ciências da Saúde; Dr. Celso Garcia Junior, médico psiquiatra; Dr. Claudiney Lotufo, especialista em Terapia Intensiva; Dr. Sigisfredo Brenelli, doutor em Clínica Médica e Dra. Ivone da Silva Duarte, Doutora em Cirurgia Plástica.

A pandemia de Covid-19 esteve entre os temas do debate. “O coronavírus trouxe algumas situações para a área da Saúde que fez com que alguns processos na área médica fossem acelerados. Para isso, o médico tem que estar sempre atualizado e aberto para o que virá”, afirma a Dra. Ivone da Silva Duarte.

Como um dos exemplos da mudança, a especialista citou a disciplina de Telemedicina Digital, criada pela Faculdade São Leopoldo Mandic, que tem como objetivo ensinar modelos de atendimento para a prática digital, de forma rápida, fácil e dinâmica. O programa do curso está dividido em nove encontros, todos via plataforma digital, com aulas expositivas dialogadas, trabalhos em grupo e convidados de Startups e empresas envolvidas com uso da tecnologia na área médica.

Entre os temas abordados estão: Sistemas de Saúde e Saúde Populacional; Modelos de remuneração na saúde; Metodologias Ágeis na Saúde; Protagonismo e cocriação do médico; Presença digital do médico; Empreendedorismo e Inovação; Big Data e Small Data; Medicina de Precisão e Personalizada; Blockchain; Robótica; Tecnologia 3D na saúde; Dispositivos médicos digitais; Tratamentos digitais; Hospital Digital; Clínicas Digitais e Marcas e patentes de produtos.

“A Telemedicina Digital é algo que mudará a Medicina, além de salientar o objetivo da Faculdade em formar médicos para o futuro e não apenas para o mercado de trabalho”, complementa Dra. Ivone.

Para o Dr. Sigisfredo Brenelli, o aluno precisa ter o preparo para atuar desde a graduação. “O médico tem que ser generoso, paciente, companheiro, estudioso, atencioso e ser profissional. E ser feliz, pois é um profissional com uma média de 43 anos de trabalho. É uma área desafiadora e prazerosa.”

De acordo com o Dr. Guilherme Succi, a preocupação com a formação do aluno é refletida na grade curricular da Faculdade São Leopoldo Mandic. “Além da carga disciplinar, há pontos relevantes também como o relacionamento da faculdade com a região em que está localizada, para que possa contribuir na formação e capacitação profissional e atender as demandas da região.”

Outro ponto abordado foi a saúde mental dos profissionais de Saúde. “A carga emocional do aluno de Medicina é muito grande, não só pela quantidade de conhecimento que ele tem que desenvolver, mas também pelo fato de se aproximar da dor, da morte, do sofrimento humano. Os alunos têm um risco maior de sofrer ao longo do curso comparado com outras graduações. Esse é um ponto de atenção. Para isso, temos uma equipe específica para atender e acolher os alunos”, diz o Dr. Celso Garcia Junior.

Fonte: Saúde Business

Be First to Comment

Deixe uma resposta

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial