Press "Enter" to skip to content

Promoção de saúde no home office e integração das redes de atenção marcam primeiro dia de discussões do 11º Seminário UNIDAS

Na tarde desta segunda-feira (17), o presidente da UNIDAS – Autogestão em Saúde, Anderson Mendes, fez a abertura do 11º Seminário UNIDAS, que debate sobre Atenção Integral à Saúde no contexto da pandemia. O evento virtual conta com recorde de inscritos – mais de 2 mil, e vai até sexta-feira (21). Além de de enaltecer o trabalho dos profissionais envolvidos no combate a pandemia, Mendes falou sobre a missão da UNIDAS de contribuir com debates neste momento desafiador.

“Nós temos a missão de contribuir com as nossas filiadas no aprimoramento de atenção à saúde aos nossos beneficiários. Estamos vivendo um período desafiador e de reflexão. Pagamos o preço por investimentos emergenciais ou o por não termos investido antes? Precisamos inovar, deixar de criar e fazer planos e estabelecer planejamentos e ações concretas. Durante esses cinco dias, vamos debater sobre a realidade atual e juntos buscar alternativas para enfrentar os desafios que o futuro reserva para a saúde”, ressaltou Mendes.

Em seguida, foi a vez do presidente da AACD, Valdesir Galvan, agradecer a UNIDAS pela parceria durante o evento, que está arrecadando doações para a entidade que atua com a causa da pessoa com deficiência física, reabilitando e reintegrando essas pessoas à sociedade com uma vida mais digna e com independência.

Durante a abertura do evento, o diretor-presidente substituto da Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), Rogério Scarabel, também falou sobre a importância de discutir sobre a atenção integral à saúde neste momento. “No Brasil, temos de pensar no sistema de saúde e a sustentabilidade como um todo. Tratar de forma segmentada, separar público e privado, não faz sentido. É necessário pensarmos e adotarmos mecanismos de integração e cuidar da sustentabilidade, além de ter um foco ainda maior na prevenção e na promoção de saúde”, ressaltou.

Saúde em debate

Na palestra de abertura do evento, o consultor em saúde pública, Eugênio Vilaça, falou sobre a necessidade de integrar, coordenar e organizar os sistemas de atenção à saúde, que hoje se encontram fragmentados. De acordo com Vilaça, a organização dessas redes poderia ter ajudado, por exemplo, no combate a pandemia do coronavírus.

Em seguida, foi a vez do palestrante internacional, Wolf Kirsten, que é cofundador e codiretor do Centro Global para Locais de Trabalho Saudáveis, presidente da International Health Consulting e atua na área há 25 anos, falar sobre a importância de promover a saúde e bem-estar no ambiente de trabalho para melhorar a qualidade de vida dos colaboradores.

Prêmio IDSS

Como já é tradição, a UNIDAS entregou um prêmio às autogestões filiadas que receberam nota máxima no Índice de Desempenho da Saúde Suplementar (IDSS) 2019, ano-base 2018. Entre as 17 filiadas da lista estão: ABERTTA SAÚDE; AFRAFEP; AGROS; ASFEB; CAFAZ; CAMED; CASEC; CASU/UFMG; CEMIG SAÚDE; COPASS SAÚDE; ELOSAÚDE; FACEB; FUNDAÇÃO FIAT; FUNDAÇÃO LIBERTAS; JUDICEMED; PASA e SINDIFISCO.

Mais informações sobre as próximas discussões e palestrantes podem ser encontradas no link .

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial