Press "Enter" to skip to content

Saiba como a ergonomia pode auxiliar no combate às doenças ósseas e musculares relacionadas às atividades de trabalho

Fisioterapeuta do Porto Seguro Saúde Ocupacional destaca como a ergonomia pode colaborar para o combate às doenças

As lesões por esforços repetitivos (LER) e as doenças osteomusculares relacionadas ao trabalho (DORT) são as que mais afetam os trabalhadores brasileiros. No ano passado, por exemplo, de acordo com dados da Secretaria Especial de Previdência e Trabalho do Governo Federal, quase 39 mil profissionais brasileiros foram afastados de suas atividades pela doença, que pode ocasionar incapacidade funcional.

Embora os números no Brasil sejam altos, esse não é um problema exclusivo do País. Há registros de epidemias no Reino Unido, países escandinavos, Japão, Estados Unidos e Austrália. “É importante que os empregadores promovam ações de educação em saúde aos trabalhadores em conjunto com os Centros de Referência em Saúde do Trabalhador (CEREST) de cada região”, destaca Cristina Uglik, gerente do produto Porto Seguro Saúde Ocupacional.

Patrícia Beloto, fisioterapeuta e analista de ergonomia do Porto Seguro Saúde Ocupacional, destaca alguns dos cuidados que os trabalhadores podem se ater para preservar sua saúde no ambiente de trabalho, seja ou não no modelo de home office.

“Qualquer movimento repetitivo, má postura, falta de otimização das condições de trabalho, baixo condicionamento físico e atividade ininterrupta, com jornadas excessivas, pode colocar os trabalhadores sob o risco da LER/DORT. E por se tratar de lesões que podem ser agravadas ou descobertas no ambiente laboral, é possível e necessário minimizá-las”, destaca.

A fisioterapeuta afirma que os programas de saúde ocupacional, como os executados pela Porto Seguro, podem contribuir com essa prevenção. “Esses programas são constituídos de exercícios que promovem alongamento, fortalecimento e relaxamento muscular, realizados no próprio ambiente de trabalho. Além da realização de análise ergonômica do trabalho, que identifica preventivamente possíveis condições que podem ocasionar má postura e por consequência LER/DORT”, completa.

Lembrando que alguns incômodos identificados ao longo da jornada laboral podem ser o reflexo de desconfortos pré-existentes e que impactam no dia a dia, sendo exacerbados quando o corpo permanece em determinada posição, por tempo prolongado, ou pela realização de movimentos que despertam a sensibilidade em alguma região.

Vale ressaltar que, para as áreas de recursos humanos, o Porto Seguro Saúde Ocupacional pode contribuir com essas iniciativas e diversas outras para o bem-estar e a saúde dos colaboradores. Esse tipo de ação, por exemplo, reduz os afastamentos do ambiente de trabalho e gera mais qualidade de vida aos participantes.

Para mais informações, acesse portoseguro.com.br/saude-ocupacional ou entre em contato com um Corretor de seguros, o profissional ideal para entender as necessidades das empresas e oferecer as melhores soluções para o negócio.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial