Press "Enter" to skip to content

Medicina Preventiva do Grupo NotreDame Intermédica atua no combate ao Câncer de Mama

Com vídeo e evento online, grupo busca conscientizar sobre a importância do diagnóstico precoce para a cura da doença

Outubro é o mês onde o Câncer de Mama volta a ser amplamente discutido pelo movimento mundial “Outubro Rosa” que, há 30 anos, é a principal campanha que visa chamar atenção para a importância do diagnóstico precoce desta doença. Em 90% dos casos, a chance de cura é sempre maior quando existe a detecção e o tratamento em fase inicial, sendo essa uma doença que ainda não possui causa determinante.

Para a prevenção de um quadro clínico deste tipo de câncer, a mamografia é o exame mais recomendado, podendo detectar 90% dos tumores malignos que possam existir na mama da paciente. Este exame deve ser repetido anualmente a partir dos 40 anos de idade, sendo que a incidência da doença cresce, progressivamente, após os 50 anos.

Hoje, o programa de Medicina Preventiva do Grupo NotreDame Intermédica (GNDI) – pioneiro neste segmento desde 1982 -, ajuda mulheres no processo de diagnóstico precoce do câncer de mama, possibilitando progressos assertivos nos tratamentos de cada caso. “A medicina preventiva é uma especialidade que ganha cada vez mais espaço na saúde do Brasil e, no GNDI, é dedicada a ajudar na tarefa de promover saúde, evitar doenças, detectar e tratar precocemente doenças e, consequentemente, minimizar complicações”, explica Dr. Walter Moschella, Diretor Médico de Medicina Preventiva do GNDI.

Com o Programa de Promoção da Saúde do Grupo, que acontece nas 14 Unidades exclusivas de Medicina Preventiva, o mês de outubro se torna foco do combate ao câncer de mama. Com campanhas de prevenção, a rede estimula suas beneficiárias a procurarem um ginecologista para exames periódicos, veiculando informativos, e-mails e vídeos em todos os seus canais. Hoje, o câncer de mama é o maior em número de casos dentro dos Centros Oncológicos do GNDI.

Atualmente, as terapias disponíveis para tratamento incluem a cirurgia, radioterapia, quimioterapia, hormonioterapia e, mais recentemente, a terapia alvo, sendo de escolha do médico determinar qual o melhor método em relação ao estágio em que se encontra o tumor. “Esse é um dos motivos por que batemos tanto na tecla da importância da descoberta precoce, da Medicina Preventiva, que, certamente, demandará um procedimento menos invasivo e, provavelmente, sem tantos efeitos colaterais”, explica o Dr. Moschella.

Ainda para o Dr. Moschella, a prevenção desta enfermidade depende também de hábitos saudáveis, que são um dos principais pontos abordados em todos os programas de Medicina Preventiva da Rede. “Todos os hábitos saudáveis são aliados importantes nessa luta contra qualquer tipo de câncer, sendo eles não fumar, ingerir uma dieta rica em fibras e pobre em adiposidade, praticar exercícios físicos – no mínimo três vezes por semana – e evitar contato com agentes químicos cancerígenos”, explica.

Com a pandemia e a impossibilidade de realizar os eventos rotineiros nos Centros de Medicina Preventiva, o GNDI usará como alternativa este ano uma reunião virtual, que abordará como tema a importância dos exames preventivos no diagnóstico e cura do câncer de mama. No mesmo período, será veiculado nos canais do Grupo um vídeo com o Mastologista da rede, Dr. Guilherme Novita, que também é Presidente da Sociedade Brasileira de Mastologia Regional de São Paulo.

Confira o vídeo abaixo:

https://yreraracereenge.i-mpr.com/92kDZ5QzM602bj5CbpFWbnB0bjVnczlWYoRnO0cjM0QzN1YTN6AzMlhVNphkYtM2SENTJ2Z0Mlg2Y0F2dGJTJt92YuUmY1RXdvlnL3d3dGJTJGJTJBNTJwRHdopDO&feature=youtu.be

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial