Press "Enter" to skip to content

Mitos x verdades sobre a saúde bucal infantil

Cirurgiã-dentista da GUM esclarece principais dúvidas sobre o tema

Priorizar os cuidados bucais logo nos primeiros anos de vida é uma medida fundamental para garantir a qualidade e saúde dos dentes. Quando se trata da higiene dos pequenos nesse sentido, toda atenção é necessária para evitar complicações futuras.

É comum que nessa fase sejam recomendadas “dicas infalíveis” de cuidados bucais para as crianças que, às vezes, não são de fato eficazes. Para ajudar a esclarecer algumas dúvidas, a Dra. Brunna Bastos, cirurgiã-dentista da GUM , marca americana de cuidado bucal, alguns temas acerca do assunto. Confira:

• A higiene bucal deve começar apenas após o nascimento do primeiro dente

Mito. Os cuidados devem acontecer já no pré-natal. “O mais indicado é que a mamãe realize o pré-natal Odontológico, pois será nesta consulta em que o Dentista orientará sobre a higienização bucal do bebê, incentivará a amamentação e sanará eventuais dúvidas sobre uso de chupeta ou outros hábitos de sucção não nutritivo.

• Crianças não devem consumir açúcar

Verdade. Deve-se evitar o consumo exacerbado de açúcar uma vez que a dieta rica em açúcar é um dos fatores predisponentes para a doença cárie. “A cavidade bucal infantil possui uma maior disposição para o desenvolvimento de cárie com alimentos ditos cariogênicos, ricos em açúcar, uma vez que o ácido gerado pela bactéria na metabolização promoverá uma queda do pH na boca o que pode levar a um processo de desmineralização do dente, principalmente quando não ocorre uma adequada higienização bucal. Por isso, é importante além de equilibrar o consumo de alimentos cariogênicos na dieta, como balas, bolachas recheadas e doces no geral, não deixar a higiene bucal de lado”, orienta.

• A chupeta pode interferir na dentição no futuro

Verdade. A chupeta é muito utilizada para acalmar o pequeno em momentos de agitação. No entanto, se o uso permanecer após os 2 anos de idade levará a consequências no correto posicionamento dos dentes. “Hábitos de sução não nutritivo como uso da chupeta ou sucção digital pode levar a uma má oclusão. Utilizá-la por muito tempo pode causar deformidade na arcada, atrapalhando tanto o desenvolvimento dos dentes quanto fala e respiração da criança”, esclarece.

• Leite materno pode causar cárie

Mito. Quando a criança é alimentada exclusivamente pelo leite materno. O que ocorre geralmente até os 6meses de idade, não é necessário realizar a higienização bucal, uma vez que o leite materno contém enzimas e anticorpos que protegem a cavidade bucal e saúde do bebê. “Se o aleitamento se prolongar até a fase de erupção dos dentes, após os 6 meses, o que é totalmente recomendado é necessário, entretanto iniciar a escovação dos dentes, uma vez que nessa idade ocorre a introdução de outros tipos de alimentos. A partir do nascimento do primeiro dentinho é necessário a escovação com gel dental fluoretado, em concentração de 1.000 a 1.500 ppm de flúor e na quantidade adequada, equivalente a um grão de arroz cru. “, ressalta.

• Crianças com dente de leite não devem usar aparelhos ortodônticos

Mito. Existem diversas opções de aparelhos e, geralmente, as que são utilizadas em crianças corrigem muito mais do que a posição dos dentes, atuando também no crescimento e desenvolvimento dos ossos maxilares. “Se alguma alteração for diagnosticada e houver indicação para o uso de aparelho, o tratamento pode ser sim iniciado”, finaliza

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial