Press "Enter" to skip to content

Com correalização da FIS, painel do 23º Congresso UNIDAS debate sobre modelos de inovação para transformação da saúde

Evento acontece entre os dias 11 e 13 de novembro em formato híbrido, com participação presencial restrita e inscrições virtuais gratuitas e ilimitadas para filiadas

A pandemia acelerou a digitalização em todos os setores da sociedade, incluindo a saúde. Agora, é o momento de refletir sobre o modelo de saúde atual, suas falhas, percebidas especialmente com a chegada do novo coronavírus, e quais são as oportunidades de melhorias. Essa é a reflexão que o painel “Transformando a saúde pela inovação”, com correalização do Fórum Inovação Saúde (FIS), irá fazer durante o 23° Congresso Internacional UNIDAS – Novas Perspectivas da Saúde: 2020 Como o Divisor de Águas, que acontece entre os dias 11 e 13 de novembro, em formato híbrido e com participação presencial restrita e inscrições virtuais gratuitas e ilimitadas para filiadas.

“O Brasil encontrou muitos desafios no gerenciamento da pandemia, especialmente na comunicação, captação e análise das informações e na total desintegração dos serviços públicos e privados. Com um melhor modelo de governança, gestão, incorporação tecnológica e educação, as entregas terão cada vez mais qualidade e menores custos”, explica Josier Vilar, moderador e presidente do FIS.

O painel que será correalizado pela instituição abordará componentes importantes para a transformação da saúde brasileira, como a inovação em governança, inovação em gestão clínica, inovação por tecnologias disruptivas e a inovação em capacitação de profissionais de saúde.

Entre os participantes responsáveis pela ministração dos temas estão João Luiz Ferreira de Souza, professor de governança e gestão em saúde da FGV; Roberto Botelho, presidente do Uberland Medical Center e cofundador da Conexa Saúde; Guilherme Hummel, CEO da eHealth Mentor Institute, e Bruno Zawadzki, diretor de soluções educacionais do IBKL.

“O Congresso da UNIDAS é um dos mais relevantes do setor e será uma oportunidade singular de rediscutirmos a saúde brasileira e o papel das autogestões como gerenciadoras da saúde de milhares de brasileiros”, declara Vilar.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial