Press "Enter" to skip to content

Rede Saúde Total apoia o Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo

Segundo a Sociedade Brasileira de Reumatologia, 20 milhões de brasileiros sofrem de doenças reumáticas no Brasil, mas o número pode ser ainda maior. Apesar de existirem mais de 120 tipos de doenças reumáticas, nem sempre o diagnóstico é feito corretamente. Comemorado no dia 30 de outubro, o Dia Nacional de Luta contra o Reumatismo alerta a população em relação à necessidade do seu diagnóstico precoce e tratamento adequado.

Essas enfermidades não atingem apenas pessoas idosas, acometem também homens e mulheres, adultos, entre 40 e 50 anos, além de jovens e crianças. O grupo de doenças reumáticas engloba cerca de cem tipos de enfermidades, que afeta as articulações, sendo a Artrite Reumatoide (AR) a mais conhecida e três vezes mais comum em mulheres do que em homens. Reumatismo não é uma doença em si, mas sim um termo que reúne várias complicações que comprometem articulações, ossos, tendões e músculos, além de algumas doenças do sistema imunológico, entre elas artrose, tendinite, bursite, lombalgia, gota, artrite reumatoide, lúpus, osteoartrite (bico de papagaio), fibromialgia e outras.

O diagnóstico das doenças reumáticas é feito com base em exames clínicos, laboratoriais e de imagem (raios-X e ressonância magnética).  O tratamento inclui fisioterapia, medicamentos (antiinflamatórios e agentes imunobiológicos) e adoção de hábitos saudáveis, como não fumar e praticar exercícios físicos. O alerta à população é importante, pois o diagnóstico muitas vezes ocorre com atraso de mais de cinco anos, já que a doença pode se apresentar em surtos de branda intensidade. Quanto mais cedo se inicia o tratamento, melhor a qualidade de vida do paciente.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial