Press "Enter" to skip to content

Visitas regulares ao urologista e realização de exames podem colaborar para diagnóstico precoce e combate assertivo ao câncer de próstata

De acordo com a estimativa do Instituto Nacional do Câncer (INCA), o triênio 2020-2022 deve registrar cerca de 65 mil casos de câncer de próstata no país, sendo o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros – atrás apenas do câncer de pele. Atento à importância do tema, especialmente durante este mês de novembro, o Porto Seguro Saúde adere a campanha do Novembro Azul e ressalta a necessidade do cuidado e atenção que a população masculina precisa ter com os possíveis sinais da doença.

“Um diagnóstico precoce da doença é fundamental para o combate assertivo à doença. O tema ainda é um tabu que precisa ser enfrentado, mas aos poucos os homens adquirem a consciência da importância em realizar os exames de sangue PSA e o de toque retal. Esses exames identificam o possível problema, que se encontrado em estágio inicial, pode ser combatido mais facilmente”, destaca Dr. Guilherme Lima, coordenador médico do Programa Saúde Mais.

A próstata é uma glândula do sistema reprodutor masculino, que fica abaixo da bexiga e tem como função armazenar e secretar os fluidos que formam o sêmen. Assim como outros tipos de cânceres, o câncer de próstata não apresenta sintomas na fase inicial, o que reforça a necessidade de visitas regulares ao urologista.

Os sintomas são observados apenas em estágios mais avançados, sendo eles: dor ao urinar e óssea, vontade de urinar frequentemente e presença de sangue na urina ou no sêmen. Histórico familiar, consumo de alimentos com corantes e a obesidade são alguns dos fatores de risco da doença. Em casos de aumento da glândula, comuns à medida que os homens envelhecem, uma biópsia identifica se a doença é benigna ou maligna.

A indicação do melhor tratamento depende de vários aspectos, como o tipo e a velocidade de crescimento do tumor, o estado de saúde atual, o estágio da doença e a expectativa de vida. Por isso, os homens devem consultar-se regularmente com um urologista.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial