Press "Enter" to skip to content

HSPE produz o “Jornal Notáveis” em respeito aos heróis que atuam nos bastidores da pandemia

Mais de dois mil colaboradores essenciais atuam no funcionamento seguro e organizado de todas as etapas dos serviços clínicos hospitalares

Hospital do Servidor Público Estadual de São Paulo (HSPE) criou e produziu o jornal impresso “Notáveis” para destacar a atuação dos profissionais de limpeza, segurança, manutenção, hotelaria, nutrição, exames de imagem e da farmácia hospitalar no combate à pandemia da Covid-19.

Mais de dois mil colaboradores terceirizados trabalham para que toda a estrutura do HSPE funcione de forma segura e organizada. Todos ganharam um exemplar do jornal e um kit composto por álcool 70% e máscara de tecido para ser utilizada fora do ambiente hospitalar. O objetivo da publicação é enfatizar que o HSPE está vencendo a luta contra o novo coronavírus porque pode contar com o trabalho destes trabalhadores essenciais.

Para o superintendente do Instituto de Assistência Médica ao Servidor Público Estadual (Iamspe), Dr. Wilson Pollara, todos estes colaboradores já fazem parte da história do enfrentamento da pandemia. “Estão construindo um legado histórico da verdadeira missão de salvar vidas”, afirmou.

Todos os colaboradores do HSPE recebem treinamentos para atuar com mais segurança dentro das unidades hospitalares com palestras sobre o uso correto dos Equipamentos de Proteção Individual (EPIs).

Invisíveis para alguns, cada desempenho é notado em todas as etapas dos serviços clínicos essenciais para salvar vidas. São eles que realizam o primeiro contato logo na chegada do paciente, o encaminhamento correto aos setores do hospital, a alimentação e a troca de roupas de camas dos leitos.

“Quando a pandemia passar, o sentimento será de gratidão por ter sido útil em um momento tão desafiador. Lembrarei que, como recepcionista, também estive na linha de frente. Somos o primeiro rosto que o paciente enxerga quando busca atendimento médico. Todos os dias são de superação e realização. Encarei de cabeça erguida o próprio medo e a tensão psicológica, com a certeza de que o meu trabalho ajudou a salvar vidas”, enfatizou Michele Luna, profissional da portaria.

Para o diretor da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do HSPE, Dr. Ederlon Rezende, os médicos podem trabalhar mais tranquilamente sabendo da qualidade dos serviços que estes colaboradores oferecem. “Podemos focar em um atendimento mais humanizado, já que contamos com a parceria imprescindível dos profissionais que atuam nos bastidores”, falou.

Em tempos de alto risco de contaminação, os profissionais de saúde reconhecem e valorizam todas as equipes de prestadores de serviços que circulam diuturnamente pelas dependências do HSPE.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial