Press "Enter" to skip to content

Cresce demanda por telemedicina no Brasil e 2021 tende ser promissor para o setor

Reajuste nos valores de planos de saúde e aumento de casos de Covid19 no país faz a busca por serviço virtual disparar

Após um ano atípico, com crise na área da saúde e reflexos negativos na economia provocados pela pandemia, os brasileiros já começaram o novo ano com algumas preocupações. As operadoras de planos de saúde divulgaram recentemente reajustes que chegam a 25%, alguns quase dobrando o valor da mensalidade. E esse aumento não poderia ter chegado em pior momento, quando os casos de Covid19 voltaram a subir no país, e notificação da segunda onda da infecção. Sem investimentos que tornem a saúde pública um serviço de qualidade e um privado assistencial com preços muitos altos, a população recorre ao atendimento particular. Mas mesmo em clínicas com atendimento popular, onde uma consulta gira em torno de R$ 200,00, o valor ainda fica caro para grande parte da população.

Visando atender esse público, as empresas que desenvolveram serviços de Telemedicina ganharam destaque. Com um atendimento online, evitando deslocamentos e risco de contágio, e ainda, com preços acessíveis, o atendimento virtual virou uma realidade para grande parte dos brasileiros. O Grupo de Telemedicina Iron, apresentou um aumento de 25% na procura por atendimento nos últimos 2 meses, todos relacionados a suspeita de Covid19. “Com as festas de final de ano, a tendência é que tenhamos um aumento de 30% ainda em Janeiro e Fevereiro por conta das aglomerações”, explica Jorge Ferro, CEO da Iron. O acesso ao sistema de atendimento é feito através do cadastro no site https://on.iron.fit

Cada vez mais, aumenta a certeza de que o serviço do atendimento médico online veio para ficar. Além dos casos emergenciais, a Telemedicina é aliada na continuidade de tratamentos essenciais para a população. “Do ponto de vista social, a telemedicina tem um significado maior ainda, uma vez que mudou a forma de entregar saúde trazendo maior equidade e democratização do cuidado”, finaliza o empresário.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial