Press "Enter" to skip to content

Acabe com a “mask mouth”

Dentista dá cinco dicas simples para manter o sorriso em dia

Você já ouviu a expressão “mask mouth”? O termo foi criado para descrever possíveis problemas orais que possam surgir devido ao uso de máscaras por longos períodos, como cáries, mau hálito e intercorrências na gengiva.

O uso de máscaras pode enfatizar que é preciso ter hábitos de higiene oral com regularidade. “Você deve escovar os dentes pela manhã, à noite e sempre após as refeições”, pontua o dentista Mario Kruczan, membro da Federação Européia de Periodontia (EFP).

Para quem quer manter o sorriso bonito, mesmo embaixo das máscaras, Mario Kruczan dá cinco dicas simples e práticas dos hábitos que devem ser seguidos. Confira:

Diminua o consumo de açúcar

O açúcar é um dos grandes vilões da saúde oral. “As bactérias da boca metabolizam o que foi consumido, tornando o ph da região ácido e, consequentemente, provocando a desmineralização do esmalte dos dentes e o aparecimento das cáries”, Alerta Kruczan.

Ele também favorece o acúmulo de placa bacteriana que, quando não removida adequadamente, pode ocasionar gengivite e mau hálito.

Pare de roer unha

Ao roer unha você projeta sua mandíbula incorretamente e exerce uma pressão forte nos dentes. Isso provoca o desgaste do esmalte e faz com que eles fiquem desprotegidos, facilitando o aparecimento de cáries. Além disso, ainda há o risco de trincar ou lasca-los. Pedaços de unhas têm bordas cortantes e com bactérias, que podem ficar presas entre os dentes, contaminar e lesionar as gengivas, ocasionando inflamações, mau hálito e sangramentos.

Mantenha a máscara limpa

Se você usar máscara por muito tempo, é provável que ela acumule bactérias, além de partículas de alimentos, suor e sujeira. Se usada todos os dias sem a devida higienização, pode ser a porta de entrada de bactérias nos lábios e na boca. “A dica é trocar a máscara com frequência, seja ela descartável ou de pano, para garantir a higiene adequada”, pontua Kruczan.

Não mastigue gelo

Muita gente tem o costume de mastigar cubos de gelo no fim das bebidas. No entanto, fazer isso com frequência pode gerar rachaduras ou fraturar os dentes. Vale destacar que o risco é ainda maior para quem tem implantes ou coroa nas arcadas.

Cuide da sua escova

A escova pode ser meio de cultura para germes, fungos e bactérias, por isso é importante deixa-la secar completamente entre um uso e outro. Para evitar que o coronavírus ou outras doenças se propaguem de uma escova para a outra, evite que ela encoste em outra quando guardada. É importante trocar de escova após resfriado, gripe, infecção na boca ou dor de garganta.

Além disso, não deixe de trocá-la a cada três meses ou quando as cerdas deformarem. Elas perdem a eficiência para limpar todos aqueles cantinhos ao redor dos dentes.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial