Press "Enter" to skip to content

Atendimentos odontológicos em tempos de pandemia

Por Flávia Gorino, pós-graduada em Anatomia e escultura dental, Laminados cerâmicos, Fotografia e planejamento oclusal digital e harmonização facial avançada

A preocupação em realizar um atendimento odontológico seguro, em tempos de pandemia de COVID-19, tem sido um dos assuntos mais abordados do segmento. Isso porque os consultórios apresentam risco de contágio elevado, devido às gotículas e aos aerossóis gerados. A Clínica Odontológica AltroVilela, pensando na saúde de seus profissionais e de seus pacientes, adaptou todo o ambiente clínico para que pudessem continuar o trabalho de forma segura .

A preparação do paciente se inicia assim que ele chega na clínica. O uso da máscara individual é obrigatório. Logo na entrada, se depara com uma barreira acrílica de desinfecção e deve seguir a seguinte sequência: limpeza das mãos com álcool gel 70%, colocar gorro e pro-prés descartáveis. Sua temperatura é aferida, verificando se o paciente está febril e uma anamnese direcionada é preenchida, atestando que não apresenta quaisquer sintomas da doença.

Já dentro do consultório de atendimento, são necessários dois enxaguantes bucais, o primeiro de Peróxido de Hidrogênio a 1% antes dos procedimentos odontológicos, a fim de minimizar os riscos de disseminação do vírus pelo ambiente através da possível diminuição da carga viral salivar, e um segundo de Digluconato de Clorexidina 0,12%. Ambos por 1 minuto. Desta maneira o paciente está́ pronto para ser atendido com segurança e conforto .

O Cirurgião-Dentista também possui paramentação especial para o atendimento. Seu Equipamento de Proteção Individual (EPI) consiste no uso do gorro de pano para proteção diária, gorro descartável para proteção de cada paciente, máscara PFF-1 para proteção diária, máscara descartável para proteção de cada paciente. Uso de FaceShield – desinfectado após cada procedimento, pijamas cirúrgicos para proteção diária – todas as peças de roupa, como pijama cirúrgico e gorro de pano, são lavadas na clínica. A cada atendimento é usado um jaleco descartável, luvas e pró-pés descartáveis, assim o profissional não leva quaisquer microorganismos indesejados para a sua residência .

Após a realização do atendimento, a sala e os instrumentais são desinfectados. Primeiramente, a esterilização com Luz UVC por 20 minutos, que age diretamente na ruptura das paredes celulares levando à morte dos microorganismos. Desinfecções das superfícies com Glutaraldeído, Álcool 70% e Bact Spray. Os instrumentais são descontaminados na cuba ultrassônica com detergente enzimático e, durante sua secagem, permanecem sob a Luz UVC antes de seres esterilizados na autoclave. Tudo dentro do expurgo é desinfectado com Glutaraldeído, pois desta maneira os instrumentais e materiais estão seguros para serem utilizados nos atendimentos .

Manter as atividades odontológicas em época de COVID-19 exige cuidados específicos e proteção, tanto dos pacientes quanto dos profissionais que trabalham na AltroVilela. Em um ano aproximadamente de pandemia, realizamos testes na equipe sempre que algum paciente relatou que havia contraído o vírus e não houve quaisquer contaminações dos profissionais dentro da clínica. A primeira dose da vacina já foi aplicada, e neste mês de abril, já estão agendadas as segundas doses de todos os profissionais. Doses de esperança e dias melhores nos mantém motivados a realizar nosso trabalho.

Me sinto mais segura dentro do consultório do que indo ao mercado, por exemplo. Saber que não vou levar quaisquer contaminações para a minha filha em casa, me faz trabalhar tranquila e motivada.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial