Press "Enter" to skip to content

Zurich Seguros faz doação para leitos de UTI de hospitais de São Paulo

Com um aporte de R$ 1,5 milhão, a seguradora e a fundação participam, junto com outros grupos privados, de um projeto de expansão de 90 leitos de UTIs para os hospitais públicos Vila Santa Catarina e M’ Boi Mirim. Além de apoiar o combate emergencial à Covid-19, a ação deixa um legado para as instituições após a pandemia

A Zurich, em colaboração com a Z Zurich Foundation, está participando de um projeto de expansão de 90 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) na cidade de São Paulo. Os recursos serão recebidos pelo Hospital Vila Santa Catarina e pelo Hospital M’ Boi Mirim e têm como objetivo auxiliar o município no enfrentamento emergencial da Covid-19. Como os leitos têm vida útil de 10 anos, ficarão como um legado para a cidade após o fim da pandemia, podendo atender 1.530 pessoas por ano.

Para o diretor executivo responsável por Sustentabilidade na Zurich no Brasil, Rodrigo Barros, a ação ajuda a cidade a afastar a ameaça de um colapso no sistema de saúde e potencializa, ao mesmo tempo, os recursos para o cuidado da saúde dos munícipes a longo prazo.

Rodrigo Barros

“A disponibilidade de leitos de UTI faz a diferença entre a vida e a morte de pessoas no enfrentamento à Covid-19, o que torna essa iniciativa importante e emergencial. Como cada leito pode operar por 10 anos, estimamos que essa contribuição, que equivale a 7 leitos, impactará no total quase 7 mil pessoas no município, inclusive com outras doenças e necessidades após o fim da pandemia. Não se trata apenas de uma ação de curto prazo, mas trará um legado para os hospitais e para os moradores da cidade”, afirma o executivo.

Por fim, o executivo explica que a doação está sendo feita por meio da parceria da seguradora com o Hospital Israelita Albert Einstein, que administra os Hospitais Municipais Vila Santa Catarina e M’ Boi Mirim – o último foi 100% convertido para o tratamento da Covid-19 em 2020.

Ocupação dos leitos de UTI

Segundo dados do Governo do Estado de São Paulo, no dia 12 de abril a região metropolitana de São Paulo contava com uma taxa de ocupação de 84,3% dos leitos de UTI, o que ainda mantém a cidade na fase vermelha de combate à doença. Em março, o estado chegou a registrar mais de mil mortes em um único dia e teve 21 de seus hospitais com 100% dos leitos para pacientes com Covid-19 ocupados, o que dificultou o tratamento da doença.

Zurich e Z Zurich Foundation na pandemia

A doação de leitos de UTI para o Hospital Municipal Vila Santa Catarina e Hospital Municipal Dr. Moysés Deutsh (conhecido como M’Boi Mirim), ambos em São Paulo e neste mês de abril, vem na esteira de uma série de iniciativas da Zurich para combater a pandemia no país. Em março, a companhia e a fundação já haviam doado 7 miniusinas de oxigênio para hospitais no Amazonas, ajudando a combater a crise de oxigênio que acometeu o estado.

Desde o início da pandemia, a seguradora Zurich e a Z Zurich Foundation, juntamente com a Zurich Santander, já destinaram um total de R$ 11,4 milhões para diferentes ações sociais ligadas ao combate à Covid-19 no Brasil. Os recursos foram direcionados para leitos de UTI e de enfermaria, para o financiamento de testes rápidos para hospitais e pontos de serviço público no país, para a compra de 1 milhão de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) para hospitais e para a distribuição de vales para cestas básicas de alimentos e produtos de limpeza para 4,1 mil famílias durante quatro meses, na cidade de São Paulo, por meio de ONGs.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial