Press "Enter" to skip to content

Especialista da GUM indica como manter a higienização bucal durante o tratamento ortodôntico

Escovas e palitos interdentais são ótimos aliados para a saúde oral de quem usa aparelhos

Alguns hábitos durante a infância, como chupar chupeta ou o dedo, podem colaborar para o desequilíbrio muscular da face, o que pode levar à dificuldade na mastigação e dores na região do ouvido, pescoço e cabeça. Além disso, durante a erupção dentária esse hábito também favorece o desalinhamento dos dentes, situação que dificulta a boa higienização da boca, propiciando o acúmulo de placa e consequentes doenças periodontais.

De acordo com uma pesquisa da Associação Americana de Ortodontia (AOO), cerca de 66% da população sofre com algum problema relacionado ao mau posicionamento dentário. A ortodontia é o campo responsável por tratar o desenvolvimento estrutural dos ossos do rosto, corrigindo as más oclusões e reestabelecendo a beleza do sorriso. Assim, o uso de aparelhos ortodônticos deixa de ser apenas uma questão estética e se torna um tratamento necessário aos cuidados bucais, oferendo melhor qualidade de vida, com dentes alinhados e saudáveis. Essa área vem se modernizando cada vez mais e o lançamento de novos modelos de tratamentos mais rápidos chamam a atenção por sua discrição e eficácia em alcançar o resultado desejado.

Contudo, apesar de extremamente importantes para a correção da arcada dentária, o uso de aparelhos também dificulta a limpeza da cavidade oral, sendo necessária uma maior atenção quanto a esse quesito e mais empenho pelo paciente. “Mesmo com o avanço da ortodontia, os bráquetes e o arco ortodôntico dificultam ainda mais o uso do fio dental e a remoção de bactérias nos dentes”, afirma , Queren Azevedo, consultora da GUM , marca americana de cuidados bucais.

Abaixo, a especialista explica qual a melhor forma de manter um sorriso bonito e saudável para cada tratamento oferecido pela odontologia moderna. Confira:

• Aparelho Autoligado: Muito semelhante ao modelo fixo tradicional, este aparelho apresenta como diferencial sua capacidade de prender o arco sem a necessidade de borrachinhas. “Por meio de uma trava, os próprios bráquetes imprimem a força do fio, diminuindo o desconforto na região e o tempo de tratamento”, comenta. Segundo a consultora, o uso da escova ou palito interdental médio ou grosso é a opção mais adequada nos momentos de higienização. “Por ser composto de aço, esse aparelho é mais resistente e suporta contatos mais fortes. Os dispositivos interdentais em tamanho cônico, médio ou grosso, terão mais habilidade para remover a placa bacteriana e restos de alimentos, principalmente nas áreas de difícil alcance”.

• Aparelho Estético: Mantém a mesma estrutura do modelo convencional, mas é confeccionado com bráquetes de porcelana, policarbonato, safira ou material compósito, com um arco transparente. “Tudo foi pensado para que o aparelho se aproxime da cor do dente e não chame atenção para a boca”, destaca. Para esse modelo Queren indica investir em uma alternativa interdental de espessura fina ou média, pois o dispositivo é um pouco menor e mais delicado. “A proposta desse aparelho é ter a mesma força de um convencional, mas ainda assim sua composição é diferente, necessitando de um instrumento que seja eficiente na limpeza, mas não tenha um contato mais agressivo”, justifica.

• Alinhador Invisível: Completamente inovador em seu formato, esse modelo é totalmente transparente, onde sua estrutura móvel é feita sob medida para cada paciente. Segundo a consultora, nesse tipo de tratamento, um conjunto de placas transparentes alinham os dentes e ajudam a desenvolver uma mastigação adequada. Apesar de ser possível retirá-lo para os cuidados bucais, ela destaca que a higienização interdental ainda é fundamental. “As opções cilíndricas finas e ultrafinas podem tornar o momento mais rápido e são tão apropriadas quanto o uso do fio dental”, aponta.

Por fim, a consultora ressalta ainda que em relação aos movimentos, recomenda-se que sejam na direção perpendicular, fazendo ações de fora para dentro da boca. “É importante que instrumento seja utilizado tanto no espaço entre os dentes, quanto no espaço ocasionado pelo fio do aparelho”, orienta. De acordo com a especialista, caso haja algum sangramento ou desconforto, pode ser sinal de alguma inflamação e a melhor opção é a busca pelo dentista.

A GUM disponibiliza em seu portfólio diferentes tipos de escovas e palitos interdentais, além do fio ortodôntico com passador, perfeitos para garantir uma limpeza dental eficiente durante os diferentes tipos de tratamento ortodôntico.

Imagem: Woman photo created by asierromero – www.freepik.com

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial