Press "Enter" to skip to content

AMX Corretora de Seguros ressalta a expansão da Telemedicina com a pandemia

A Telemedicina é regulamentada no país e o seu futuro representa um recurso, em tempos de pandemia. De acordo com informações divulgadas em 2020 pela Startup Conexa, que atua há três anos no mercado com a teleconsulta para operadores de saúde, hospitais e clínicas, antes da atual crise global, esse tipo de atendimento tinha uma média de 50 pacientes por dia. Agora, já são 15.000. O serviço subiu de 150.000 para 3 milhões de usuários no Brasil.

Desde o seu surgimento, essa área que envolve o atendimento do paciente de forma remota, tem contribuído para avanços significativos, proporcionando um tratamento a distância em qualquer momento, independente da localidade do médico e do paciente. Consultas, exames de rotina ou situações de emergência, esse tipo de serviço contribui tanto para a prevenção, quanto para diagnóstico, tratamento de doenças, lesões e outras condições médicas, quando não é necessário o contato físico. 

 Aimoré Maia, CEO da AMX, informa que a procura pelos planos e seguros saúde que oferecem a telemedicina cresceram na corretora. “Durante as reuniões de equipe com o nosso setor de vendas, nossos parceiros de negócios citaram o aumento das solicitações de cotações, onde o beneficiário solicitava a cobertura com a consulta online inclusa. Fizemos um mapeamento de todas as operadoras e seguradoras que oferecem esse serviço e percebemos um aumento de 42% na quantidade de cotações. Atualmente, todos que comercializam os contratos estão cientes das especialidades que as operadoras cobrem para os tratamentos à distância”, explicou. 

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial