Press "Enter" to skip to content

Campanha “Selfie que Salva” ajudou bancos de sangue a recolher mais de 12 mil bolsas no Rio de Janeiro

Ação capitaneada pela Unimed-Rio contou com a participação de outras marcas como Neoenergia, Estácio e White Martins

A campanha “Selfie que Salva”, idealizada pela Unimed-Rio durante o período conhecido como Junho Vermelho, celebra o resultado do sua primeira ação. Criada em 2021 pela cooperativa com o objetivo de estimular e conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue, a mobilização contribuiu para ajudar os bancos de sangue a completarem as mais de 12 mil bolsas de sangue no estado do Rio de Janeiro, que poderão ajudar a salvar cerca de 50 mil vidas. O número representa um aumento de 16%, ou 7.088 vidas preservadas, em relação ao mesmo período do ano passado. As doações foram realizadas nos pontos do Hemorio, GSH Serum e Hematologistas Associados.

Para a ação, a Unimed-Rio estimulou a doação por meio da inédita campanha chamada #selfiequesalva, que destacou a semelhança entre o ato de fazer uma selfie e doar sangue. A cooperativa também incentivou a participação de seus corretores, colaboradores, além de parentes de pacientes internados a doarem sangue.

“Estamos muito satisfeitos com esse resultado que ajudamos a alcançar com a campanha. Esperamos que os doadores continuem aparecendo em grande número, porque são essenciais para que mais vidas sejam salvas, principalmente enquanto a pandemia persistir”, diz Mauro Madruga, superintendente de Mercado e Operações na Unimed-Rio.

Vale destacar, ainda, que a Unimed-Rio também estimulou a adesão de outras empresas à iniciativa, que mobilizaram seus colaboradores. Participaram da campanha Junho Vermelho 2021 as marcas Estácio, MDS Group, Mude Wellness Media, Eletrobras, White Martins, Neoenergia, Prosper Distribuidora, Makemake – Reputação Corporativa, Seedtag, Clear Channel, Dom Pedro Conteúdo, Binder e Bandnews FM.

REQUISITOS BÁSICOS PARA DOAR SANGUE

– Portar documento oficial de identidade com foto (identidade, carteira de trabalho, certificado de reservista ou carteira do conselho profissional).
– Estar em boas condições de saúde.
– Ter entre 16* e 69 anos, desde que a primeira doação seja realizada até os 60 anos.
*Jovens com 16 e 17 anos podem doar no Hemorio com autorização dos pais e/ou responsáveis legais e um documento de identidade original desse responsável. Confira o Modelo de autorização. No SERUM e no Hematologistas Associados, os jovens precisam estar acompanhados dos responsáveis legais.
– Pesar no mínimo 50 Kg.
– Não estar em jejum. Evitar apenas alimentos gordurosos nas 3 horas que antecedem a doação.
– Não ter feito uso de bebida alcoólica nas últimas 12 horas.
– Se fez tatuagem e/ou colocou piercing, aguardar 6 meses para doar no Hematologistas Associados ou 12 meses no Hemorio ou no SERUM.
– Não possuir piercing na língua e/ou na região genital ou 1 ano após a retirada.
– Se passou por endoscopia ou procedimento endoscópico, aguardar 6 meses.
– Não ter tido gripe ou resfriado nos últimos 30 dias.
– Não ter tido Sífilis, Doença de Chagas ou AIDS.
– Não ter diabetes em uso de insulina.
*Aguardar 48h para doar, caso tenha tomado a vacina da gripe, desde que não esteja com nenhum sintoma.

ALGUMAS SITUAÇÕES QUE IMPEDEM PROVISORIAMENTE A DOAÇÃO DE SANGUE:
– Febre – acima de 37°C
– Gripe ou resfriado
– Gravidez
– Pós-parto (90 dias após o parto normal e 180 dias após a cesariana)
– Amamentação (até 1 ano após o parto)
– Uso de alguns medicamentos
– Anemia
– Cirurgias
– Extração dentária (7 dias)
– Vacinação: o tempo de impedimento varia de acordo com o tipo de vacina
– Transfusão de sangue: impedimento por 1 ano
❗ Consulte a equipe do banco de sangue em casos de hipertensão, uso de medicamentos e cirurgias.

Para conferir os endereços dos bancos de sangue e os critérios específicos para o coronavírus, acesse o site da campanha: https://mude1habito.unimedrio.com.br/cores-da-saude/junho-vermelho/

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial