Press "Enter" to skip to content

Semana Mundial de Aleitamento Materno reforça a importância da amamentação como uma responsabilidade compartilhada

Assim Saúde contará com uma programação especial até sexta-feira, para a sensibilização de mulheres e familiares sobre a importância da amamentação.

Proteger a amamentação: uma responsabilidade compartilhada. Esse é o tema da Semana Mundial de Aleitamento Materno (SMAM 2021), que acontece de 1° a 7 de agosto, com o intuito de sensibilizar a sociedade em favor da amamentação. Os nutrientes do leite materno oferecem muitos benefícios para a saúde dos bebês e para o desenvolvimento das crianças. Inclusive, são responsáveis pela redução da mortalidade infantil em 13% em todo o mundo, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). A temática deste ano pretende reforçar a importância da rede de apoio à mulher que amamenta em todos os âmbitos da vida.

“A rede de apoio é essencial para que a mulher se sinta protegida e segura para amamentar o seu bebê. O acolhimento acontece por diversas frentes, em especial, por meio da família, dos amigos e dos profissionais de saúde que a assistem. Também é importante que essa mãe saiba onde e a quem recorrer para esclarecer dúvidas ou resolver quaisquer dificuldades que, porventura, surjam sobre a amamentação, muito comuns no início do processo. Afinal, a saúde do bebê não pode ser tratada como uma responsabilidade centrada apenas na figura da mulher”, ressalta Rodrigo Roels, coordenador da equipe de Obstetrícia do Programa Bebê Assim, do Grupo Assim Saúde.

No Brasil, as ações de mobilização intersetoriais se estendem por todo o mês de agosto – o Agosto Dourado, que recebe o nome em alusão ao padrão ouro de qualidade do leite. Aliás, a preocupação com a conscientização da população sobre a importância da amamentação não é sem motivo: a prática, quando realizada de forma exclusiva até os 6 meses, oferece muitos benefícios para a saúde do bebê.

Benefícios da amamentação

Além de conter todos os nutrientes necessários, inclusive água, os anticorpos passados pelo leite humano ao bebê são capazes de protegê-lo contra infecções gastrointestinais e respiratórias, e reduz o risco de desenvolver algumas doenças na fase adulta, como hipertensão, asma, diabetes e obesidade. Quando o bebê chega aos 6 meses de vida, a recomendação da OMS e do Ministério da Saúde é que a amamentação se mantenha até que complete 24 meses ou mais, sendo acrescida de outras fontes nutricionais, além de água.

“As orientações sobre a amamentação precisam ser fortalecidas durante o ano inteiro e estarem presentes desde o planejamento da gestação até o pós-parto. No Programa de Medicina Preventiva da operadora, inclusive, nossa equipe de enfermagem realiza uma visita ainda na maternidade, para orientar sobre a amamentação na prática e verificar se a pega está correta, além de esclarecer sobre os demais cuidados com o recém-nascido. Mantemos também esse acompanhamento durante os primeiros 120 dias de vida do bebê. Todas essas ações são capazes de minimizar a sobrecarga, por vezes, imposta unicamente à mulher, tornando o momento mais leve e prazeroso”, destaca Roels.

Programação da SMAM 2021 no Assim Saúde

O Programa de Medicina Preventiva do Assim Saúde contará com uma agenda especial durante a primeira semana de agosto. A programação inclui visitas da equipe de enfermagem nas maternidades e nos centros médicos da rede própria e referenciada, para a sensibilização de mulheres e familiares. Também realizará uma palestra virtual e lançará vídeos com orientações sobre a amamentação, que serão disponibilizados nos canais de comunicação da operadora.

Além disso,  o programa, que hoje conta com nove polos de atendimento, irá inaugurar mais um espaço dedicado às gestantes e puérperas, localizado no Hospital Assim Medical Méier, na Zona Norte do Rio de Janeiro.

Imagem: Food photo created by shurkin_son – www.freepik.com

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial