Press "Enter" to skip to content

Dezembro Vermelho: jornada de cuidado é fundamental para monitoramento da doença

Com tratamento e informações corretas é possível viver com o HIV; médico de família, especialista que acompanha as pessoas em todas as fases da vida, pode auxiliar nesse processo

Neste mês iniciamos a campanha do Dezembro Vermelho e na quarta-feira (1/12) é celebrado o Dia Mundial de Luta Contra a Aids. De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS) em todo o mundo, 37,7 milhões de pessoas vivem com o HIV. Com a evolução dos tratamentos medicamentosos, aqueles que são acometidos pelo vírus podem seguir uma vida normal, apesar de não atingirem a cura.

Com a modernização do setor da saúde, hoje a jornada de cuidado digital se tornou uma realidade e tem contribuído para uma relação mais próxima entre médicos e pessoas atendidas. Para o médico de família e diretor clínico da Nilo Saúde, Luciano Nader de Araújo, essa aproximação é importante para estabelecer uma relação de confiança entre todos envolvidos no cuidado, bem como acompanhar cada etapa da jornada de cuidado e tratamento de portadores do vírus HIV.

Ainda segundo o especialista, as tecnologias permitem a integração de dados que ajudam os profissionais de saúde, criando assim um relacionamento com base em um histórico que contém não apenas o prontuário de saúde, mas um planejamento personalizado que leva em conta as motivações, necessidades e fatores pessoais de cada indivíduo. “Por meio de plataformas como WhatsApp ou vídeo consulta, podemos avaliar situações de risco, de exposição ou sintomas relacionados às doenças sexualmente transmissíveis e propor um plano de cuidado adequado à pessoa”, comenta o médico de família.

Para o Ministério da Saúde, é fundamental que haja Prevenção Combinada do HIV por meio de intervenções biomédicas, que consistem na redução do risco à exposição dos indivíduos ao HIV, com baixa interação entre uma ou mais pessoas que tenham o vírus, bem como, no aspecto comportamental e estrutural, em oferecer à sociedade informações e conhecimentos, de maneira a torná-los aptos a desenvolver táticas de enfrentamento ao vírus. Outra medida de prevenção é a testagem regular para o HIV e outras Infecções Sexualmente Transmissíveis (IST) como sífilis e as hepatites virais, em populações selecionadas.

Dessa forma, o pronto atendimento e atenção primária dão suporte às pessoas que podem fazer uso mais efetivo da rede de apoio. A Nilo Saúde fornece esses serviços por meio de telemedicina e do uso de dados para a tomada de decisão clínica.

Atualmente, entre os clientes e parceiros da Nilo Saúde estão as empresas Porto Seguro, SulAmérica, Grupo NotreDame Intermédica, Leve Saúde e Alper. Além de outras operadoras, corretoras, autogestões e hospitais, que contam com serviços de atendimento utilizando comunicação simplificada e integrada, dados da pessoa atendida armazenados no sistema e porta de entrada digital com cuidado longitudinal, além da possibilidade de utilizarem o Time de Cuidado multidisciplinar da Nilo.

Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial